Arquivo da tag: Software

Download: Kde 4.2

Kde 4.2

Kde 4.2

.

Saiu a mais nova versão do Kde, o Kde 4.2

Acabei de instalar ele aqui na minha máquina de testes e notei algumas coisas: O desktop parece estar “fluindo” melhor, sem as constantes travadinhas que aconteciam na versão anterior.

Visualmente ele parece melhor acabado. Existem mais opções de wigets e pelo menos os que eu testei tem uma resposta muito boa.

Pra quem gosta de efeitos, essa versão tem efeitos build-in que estão rodando aqui sem necessidade de ter uma placa de video 3d configurada.

Apesar dos pontos positivos, notei alguns pequenos problemas: o desktop não reconheceu a resolução do meu monitor. E mesmo configurando posteriormente, no reboot seguinte ele demorou uns 30 segundos para setar a resolução que eu configurei.

Outro problema, é com relação ao tamanho da fonte default: 9 pontos. Para alguns, ter uma fonte de tamanho pequeno não seja um problema, mas pra mim me incomoda bastante. Selecionei um tamanho adequado da fonte e aconteceu o mesmo problema que houve com a configuração do vídeo: demorou uns 30 segundos até o tamanho da fonte ser ajustado.

São pequenos problemas, mas isso mostra que o Kde ainda precisa ser um pouco mais lapidado.

Avaliei rapidamente o Kde e posso dizer que estou muito satisfeito com o que eu vi até agora. Vale o download!

Tunewiki um player matador para o Google Phone

O Google Phone foi lançado hoje. O nome do telefone é o G1 fabricado pela HTC. Nem preciso dizer que o telefone é bacana. Você pode conferir um pequeno vídeo dele abaixo:

Mas o que realmente me impressionou foi um app que foi lançado para o Android, o Tunewiki. O Tunewiki é um player de mídia que tem recursos impressionates, tais como:

  • sincroniza letras das musicas com vídeo ou audio
  • compartilhamento de informações de músicas com outros usuários, assim como o Last.fm
  • suporte para videos do Youtube
  • e muito mais…

Veja o vídeo de apresentação do Tunewiki abaixo:

Mais informações sobre o Tunewiki no site oficial.

Software: Receba arquivos pela web usando o Droopy

Droopy

Droopy

Várias vezes já precisei receber um arquivo que não dava pra enviar por email ou via IM.

Ai é que entra o Droopy. Ele cria um pequeno servidor web que serve para receber arquivos. Ele é feito em Python e o funcionamento é bem simples:

1) faça o download do programinha aqui;

2) salve o arquivo. Aqui vou salvar com o nome de droopy;

3) transforme ele em executável, abra o terminal e digite:

chmod +x droopy.

4) ative o droopy. No terminal digite:

python droopy -m "Oi estou testando o Droopy" -p tux.png

Desmontando a linha temos:

python droopy – ativa o script.

-m “Oi estou testando o Droopy” – escreve uma mensagem de boas personalizada no formulário.

-p tux.png – aqui se coloca uma imagem no formulário.

Por definição, o server roda na porta 8000 da sua máquina. Se quiser mudar a porta é só colocar a porta que quer usar:

python droopy -m "Oi estou testando o Droopy" -p tux.png 4500

Neste exemplo mudei a porta de 8000 para 4500.

Para enviarem arquivos para a sua máquina, é necessário que a pessoa que vai usar o formulário saiba o número do seu ip para ter acesso ao formulário. Pra facilitar a vida, na página do formulário tem um botão que está no canto superior direito, escrito ” Discover the address of this page“.

Ao clicar neste botão, o Droppy mostra uma página com o número atual do seu ip, mais a porta, para você enviar para quem você quiser.

Veja um screenshot:

Droopy Screenshot

Droopy Screenshot

O Droppy é liberado pela Python Software Foundation License.

Mais informações em http://stackp.online.fr/

OpenXML vai ser aprovado pela ISO

Para entender o que isso quer dizer, recomendo que veja esse bate-papo entre Sérgio Amadeu, Deivi Kuhn e o Jomar Silva.

Mas se quiser entender a diferença entre o OpenXML e o ODF rapidamente, é mais ou menos o seguinte:

OpenXML = ter que usar o Microsoft Office que custa caro. O próprio formato OpenXML está cheio de problemas técnicos (veja o vídeo).

ODF = você pode usar vários outros programas gratuitos e disponíveis para qualquer um. Usando o ODF você economiza um bom dinheiro com a compra de licenças do Windows e do MS Office.

Para se ter uma idéia da economia que isso gera: a IBM e o Metrô de São Paulo deixassem de usar o MS Office e passaram a usar o OpenOffice, que salva os arquivos em ODF.

Se quiser usar o ODF para criar seus documentos e economizar uma grana no processo, use o OpenOffice.

Mais informações em homembit.com

Instalando o Kde 4.1 no Ubuntu

Ja lançaram pacotes do Kde 4.1 para o Ubuntu. Para instalar ele é bem simples:

1) copie a linha abaixo no seu arquivo /etc/apt/sources.list:

deb http://ppa.launchpad.net/kubuntu-members-kde4/ubuntu hardy main

2) digite no terminal:

apt-get update && apt-get install kubuntu-kde4-desktop

Se você já tiver a versão 4.0 instalada é só digitar no terminal:

sudo apt-get update && apt-get dist-upgrade.

Extra: se quiser instalar mais umas perfumarias no seu Kde instale também o pacote kdeplasma-addons.

Fonte: KDE 4.1 Released | Kubuntu.

Sliderocket: o matador do Power Point em fase beta

Recebi hoje um convite para testar o Sliderocket. Ele é editor de apresentações on-line. Eu ja tinha postado um artigo sobre esse programa. Hoje fiz uma apresentação rapidinho pra ver como ele funciona, e me impressionou.

Ele so tem recursos que só vi disponíveis no Keynote da Apple.

Assim que a apresentação puder ser compartilhada eu coloco aqui pra vocês darem uma olhada.