Halo 3 Believe: um bom exemplo de uso do Flash

Existem muitos designers que usam o Flash para criar um site inteiro.

Particularmente não gosto disso. O principal motivo é que o site acaba ficando extermamente pesado excluindo quem tem uma conexão discada ou lenta de mais . Creio que um site deve ser acessado por todos sem excessão.

Outra, nunca achei um site realmente bom e que funcionasse bem em Flash.

Um excelente exemplo de uso do Flash que achei foi no site do jogo Halo 3, lá existe uma maquete que pode ser vista em 3D. Achei o projeto muito bem executado.

Por que? Simplesmente pelo fato desse conteúdo não ser algo de vital importância para o funcionamento do site. Não afeta com o resto do conteúdo, que continua a ser indexado normalmente pelas ferramentas de busca.

Esse é um raro exemplo de como o Flash, se bem usado, pode ser uma excelente alavanca para o seu site. Ponto para a Bungie.

Veja do que estou falando aqui. (recomendado para os que possuem conexão rapida… infelizmente)

Quando não usar o Youtube.

O Youtube é um produto revolucionário.

Disso ninguém tem dúvida, mas acho que foi o primeiro site que realmente deu certo e se tornou popular.

Mas não é porque ele deu certo ou se tornou popular significa que ele seja o melhor para distribuir vídeo.

Depois do Youtube foram criados outros sites que tem, em alguns casos, muitos recursos a mais que ele. Um excelente exemplo é o Veoh.

Eu gosto bastante desse serviço, principalmente por ele quebrar uma limitação que o Youtube tem: o tamanho dos vídeos.

É um tal de Video do fulano de tal (parte1), (parte2), etc que acaba desmotivando a audiência.

Por isso eu recomendo: se for pra distribuir algum vídeo que seja de um tamanho grande, ou pouco maior que o Youtube aceite, use outro serviço.

Uma outra limitação do Youtube: qualidade de vídeo. Convenhamos, é sofrível!

Já tive que procurar um vídeo para fazer uma apresentação, e infelizmente, só achei no Youtube.

Pobre dos meus espectadores que tiveram de ver um vídeo com qualidade terrivelmente ruim.

Ainda bem que existe um mundo de opções muito além do Youbube…

Google apronta mais uma: Google Custom Search Engine

O Google Custom Search Engine como o próprio nome fala, é um sistema de busca customizado.

Com ele você pode escolher alguns sites e procurar ir direto ao ponto: procurar a informação que você quer, e rápido.

Um bom ponto de partida é um guia que a ONlamp fez, muito bacana e bem explicado.

Existe também uma opção de você criar um sistema de busca para o seu blog ou site, muito útil para aqueles sites que não usam um CMS (Sistema de gerenciamento de conteúdo).

Sliderocket: o matador de Power Point / Keynote.

Sliderocket é um programa para criar apresentações em flash

ssdfadflkakjsldkfja lk e que tem o mesmo modelo de funcionamento do Keynote da Apple, ele usa o sistema de templates para elaborar a parte visual da apresentação. Assim quem vai criar a apresentação só tem a preocupação de se preocupar em colocar o conteudo. Só isso já mata o Power Point.

Fora essa vantagem de trabalhar com templates prontos, veja outras vantagens dele:

  • Transições melhores e mais bem feitas do que o Keynote
  • Roda em qualquer plataforma: Windows, Mac ou Linux
  • Capacidade de importar os dados do Google Spreadsheet pra criar suas apresentações
  • Permite usar videos do Youtube.

O programa ainda está na fase de testes, e está cadastrando o usuários que queiram testar a ferramenta.

Se estiver interessado só ir em sliderocket.com. Recomendo também uma visita no tour do produto, só pra ver do que ele é capaz.

Powered by ScribeFire.

Terra: tentando viciar os usuários?

Agora todo mundo está colocando videos no Youtube.

Também pudera, creio que é um dos melhores sistemas para se ver vídeos na internet, particularmente prefiro o viddler ou o veoh, mas tudo bem.

Uma das empresas que está aproveitando essa tecnologia é o provedor Terra. Porém eles não colocam vídeos completos de suas matérias. Se você quiser ver a matéria toda tem que ir ao site deles.

Entendam uma coisa, quem navega na internet não gosta de ficar procurando muito as informações. Se tem o vídeo disponível, coloca ele inteiro, caso contrário, não coloca.

Acho esse sistema de se colocar metade de um conteúdo uma estratégia idiota para se conseguir mais leitores/assinantes.

O pior é que parece que todos os grandes jogadores da mídia estão aderindo a essa onda de `vamos mostrar só um bucadinho`. Isso é bem parecido com o que os traficantes fazem com os viciados. Creio que essas grandes corporações tem muito o que aprender como se realmente consegue uma audiência via internet.

Powered by ScribeFire.

Rascunho + Videocast = Sketchcast

Eu gosto bastante de colocar minhas idéias no papel.

Sempre faço anotações e rabiscos para criar sites ou projetos. Acho muito mais efetivo e produtivo fazer no papel antes de colocar a mão na massa.

Agora veja só: um cara chamado Richard Ziade ,fez um videocast mas usando rabiscos feitos a partir de uma mesa digitalizadora… O nome disso é Sketchcast.

Gostei bastante da ideia e o vídeo introdutório está bem interessante.

Uma coisa comentada no video é a rapidez na qual você exibe suas idéias. E realmente isso é verdade. É muito mais rápido rabiscar idéias mais complexas rabiscando mesmo do que escrevendo um texto.

Um bom exemplo: quantas vezes você ja teve que rabiscar em um pedaçode papel um mapa pra chegar a um determinado lugar???

Sem dúvida é uma ideia muito boa.

O único problema é que esse tipo de exposição de idéias não tem uma cara polida e portanto pouco profissional.

De qualquer forma vale uma avaliação.

Produtividade ao navegar usando o Only2Clicks.com

Eu mesmo tenho configurado para abrir vários sites no meu Firefox. Prático sim, mas não é uma solução elegante, muito menos produtiva.

Foi ai que entrou o Only2Clicks. Esse serviço lida de uma forma diferente com os favoritos: ele agrupa miniaturas tiradas das paginas de entrada dos sites que você gosta e agrupa tudo em uma página só.

Difícil de imaginar? Então dê uma navegada no tour deles.

Garanto que você vai ver o ícone da casinha do seu navegador com outos olhos.

Powered by ScribeFire.

Bardo 2.0: usando mashups para contar historias.


Para ser um bardo da era Web 2.0 voce precisa de:

  • Google Maps;
  • um gerenciador de conteudo ou de blog;
  • um celular com camera;
  • muito Javascript;
  • um pouco de fotos e textos bacanas.

Junta tudo isso e voce vai ter o Hitotoki. Essa é uma maneira interessante de se contar historias da, infelizmente, cidade de Tokio.

Voce conta a historia e marca o lugar onde ela se passou. Bacana não?

Acho que isso acaba humanizando os dos visitantes, pois quando sabemos onde foi que ocorreu o fato, toda a experiência fica muito mais tátil.

Excelente serviço! Pena que (por enquanto) nao exista nada parecido por essas bandas.

Eita Sitezinho Ruim! Onde estao os FEEDS??

Depois de ver uma série de matérias sobre literatura on-lline no caderno Estadão, resolvi dar uma olhada em algumas revistas eletrônicas recomendadas… (nem vale a pena colocar os links).

Pois a minha surpresa que NENHUM deles possuia um Feed RSS

Realmente não entendo o que acontece, se isso é ignorância ou preguiça dos desenvolvedores…

Azar o deles, perderam mais um leitor…

Se você desenvolve um site, disponibilize o conteudo em RSS. Os seus usuários agradecem.

Powered by ScribeFire.